Suspeito de envolvimento na Chacina do Benfica é preso em prédio no Meireles

AUTUADO

Um suspeito de envolvimento na chacina do bairro Benfica, em Fortaleza, ocorrida no fim da noite da última sexta-feira (9), foi preso neste domingo (11). A informação foi confirmada pela Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), que segue em busca de outros suspeitos. A série de ataques deixou 7 pessoas mortas e 4 feridas.

Investigações policiais levaram equipes da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), Divisão de Combate ao Tráfico de Drogas (DCTD) e da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) à localização de um veículo Fiat Punto, que havia sido captado em imagens de câmeras localizadas próxima à sede da Torcida Uniformizada do Fortaleza (TUF), local de um dos ataques. O carro estava na garagem de um prédio no bairro Meireles.

Os policiais realizaram uma busca no apartamento ao qual a garagem é vinculada, onde encontraram dois revólveres calibre 38, uma pistola .40, munições e carregadores. O suspeito que estava no imóvel tentou fugir, mas foi contido pelos policiais.

De acordo com a SSPDS, ele já responde pelos crimes de roubo e receptação. O suspeito foi conduzido à DHPP, onde foi autuado por homicídio, posse ou porte ilegal de arma de fogo de uso restrito, resistência, receptação e nas Lei das Organizações Criminosas.

LEIA AINDA

> SSPDS confirma as 7 mortes ocorridas na chacina do Benfica e convoca coletiva de imprensa
> No Facebook, governador fala em resposta rápida para nova chacina; prefeito cancela viagem
> Vítimas de Chacina no Benfica são identificadas
> Vítimas da Chacina do Benfica são sepultadas na manhã deste domingo

Dentro do automóvel, foram encontrados cartuchos de bala. O material recolhido foi encaminhado para a Perícia Forense do Ceará (Pefoce), onde será comparado com o que já havia sido coletado nos locais dos crimes.

Governador acompanha investigações 

As investigações sobre o crime estão sendo acompanhadas, inclusive, pelo governador Camilo Santana, que esteve na DHPP, onde está preso o suspeito.

Na ocasião, o chefe do executivo estadual conversou com as equipes que estão investigando o caso. O secretário de segurança, André Costa, e o comandante da Polícia Militar, coronel Ronaldo Viana, também acompanharam Santana.

Após a visita à delegacia, o governador acompanhou André Costa em blitze que estão ocorrendo em bairros como Aerolândia, Lagamar, Dias Macedo, Castelão, Parangaba, Itaperi e Siqueira.

Diário do Nordeste

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.