Suspeito de engravidar cunhada de 11 anos falou para menina não se preocupar por ter ‘útero pequeno’, diz polícia

Justiça decretou a prisão preventiva a pedido da Polícia Civil.

O servente de 39 anos suspeito de engravidar a cunhada quando ela tinha 11 anos, em Jundiaí (SP), chegou a dizer para a menina não se preocupar porque “ela tinha o útero pequeno”. O relato foi feito pela vítima à Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), que também contou que ele não teria usado preservativo.

Investigadores da DDM e guardas municipais o prenderam depois que a Justiça aceitou o pedido de prisão preventiva. Ele foi localizado no Jardim Novo Horizonte, na segunda-feira (11). A menina, hoje com 12 anos, já teve o filho, que está com aproximadamente oito meses de vida.

De acordo com a delegada, Renata Yumi Ono, o servente de pedreiro, que não terá identidade revelada para não identificar a criança, foi detido em casa.

Ainda segundo a polícia, a vítima está em um abrigo. Já o filho dela está sob cuidados médicos. O rapaz confessou os atos com a menina em depoimento à polícia.

O caso foi registrado como estupro de vulnerável e o servente pode pegar até 15 anos de prisão. Os abusos aconteciam na casa da irmã da vítima, com quem a menina também morou com o cunhado.

O caso chegou à polícia depois que a irmã da menina flagrou o marido tocando a vítima, a levou para o hospital e a unidade comunicou à polícia.

G1

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.