Presidente do DEM é contra aliança com PT e deve mudar comando do partido no Ceará

Líder do partido no Ceará, Chiquinho articula apoio à reeleição de Camilo Santana no governo do Estado

O novo presidente nacional do DEM e prefeito de Salvador, ACM Neto, afirmou, nesta quinta-feira (8), que procurará todos os partidos, com exceção do PT, para formar aliança para a o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), lançado hoje como pré-candidato à presidência da República. A declaração poderá causar mudanças no comando do partido no Ceará.

Chiquinho Feitosa, presidente do DEM cearense, articula o apoio à chapa que lançará o governador Camilo Santana (PT) à reeleição. No Estado, PT e DEM não andam tão distantes assim. O vice-prefeito de Fortaleza, Moroni Torgan (DEM), formou chapa com o prefeito Roberto Cláudio (PDT), aliado de Camilo.

Além de Chiquinho, outros presidentes regionais do DEM devem ser destituídos nos próximos dias. ACM Neto quer mudar os comandos regionais do partido para acomodar novos filiados.

Capitão Wagner pode ir para o DEM?

O deputado estadual Capitão Wagner (PR), que chegou a participar de evento oficial de filiação ao PROS, mas nunca saiu do PR, poderá disputar o Governo do Ceará pelo DEM. O partido deverá abrir linha de diálogo com o parlamentar neste sentido.

Rodrigo Maia candidato

ACM Neto, que assume estar buscando diálogo com PP, PRB, PSC, PHS, PR e Solidariedade, entende que a aliança com o PT seria uma incongruência, mesmo o partido tendo ajudado a eleger Maia como presidente da Câmara, em 2017. Mas também há quem diga que a campanha de Maia à presidência não é bem uma unanimidade entre os democratas.

Ceará News 7

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.