Funceme explica que chuvas devem voltar a ocorrer no Ceará até o fim de março

Falta de chuvas

Março tem surpreendido a população cearense pelas poucas precipitações registradas nos primeiros nove dias do mês. Ao todo, foram contabilizados somente 36,4 milímetros, enquanto que o esperado para o mês inteiro são 203,4 mm.

Conforme a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), “essa pouca atividade da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) deve ser temporária e deve voltar a proporcionar chuvas, principalmente mais para o fim do mês”.

A ZCIT é formada por um aglomerado de nuvens que se movimentam no sentido norte-sul na faixa equatorial da terra. Essas nuvens caracterizam-se pelo transporte de calor da superfície (baixos níveis) para a alta troposfera e depois para as latitudes médias. A zona de convergência faz com que o ar quente e úmido suba, carregando umidade do oceano para os altos níveis da atmosfera, ocorrendo a formação de nuvens e, consequentemente, chuvas.

“Esse mês tem sido mais fraco, houve uma redução das chuvas como um todo no Estado. Isso se deveu a um período momentâneo em que a Zona de Convergência Intertropical se afastou um pouco da nossa costa, mas já retornou. Só que a atividade convectiva, ou seja, a capacidade de formar nuvem de chuvas diminuiu bastante”, explica o meteorologista Raul Fritz, supervisor da Unidade de Tempo e Clima da Funceme.

Fonte: Lima Araújo/G1 Ceará/J. Honorato

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.