MPF defende unificação de datas para cobranças no Ceará do IPVA, licenciamento e DPVAT

IMPOSTOS

O procurador da República Oscar Costa Filho defendeu, durante reunião promovida pelo Ministério Público Federal (MPF) nesta segunda-feira (5), mudanças no calendário de cobrança do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) no Ceará para a unificação das cobranças dos tributos relacionados aos veículos.

Em outros estados brasileiros, a cobrança do imposto, que serve de referência para o pagamento do Seguro DPVAT conforme previsto na legislação, coincide com o licenciamento. Para tal, a medida depende de decisão administrativa da Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz), responsável pelo recolhimento do imposto.

Multas

Durante a reunião nesta segunda-feira com representantes do Detran-CE, Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania de Fortaleza (AMC), o procurador Oscar Costa Filho reforçou que o atraso no pagamento do DPVAT e do IPVA não constitui infração de trânsito, desta forma o motorista não fica sujeito a multa de trânsito e nem à apreensão do veículo até a data de vencimento do licenciamento.

A PRF, AMC e o Detran confirmaram que, durante as fiscalizações, continuarão exigindo apenas o comprovante de licenciamento.

Enquanto não há uma unificação das cobranças do seguro e do imposto ao licenciamento, o superintendente adjunto do Detran, Pablo Ximenes, informou que o órgão continuará enviando, junto com a correspondência de cobrança do licenciamento, o boleto do DPVAT para os motoristas que não tiverem pago o seguro em dia.

Diário do Nordeste

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.