“FIADO SÓ COM O FORTALEZA NA 1ª DIVISÃO”

Vendedor de quentinha pede trégua após foto viralizar

Uma fotografia tirada há três anos voltou para assombrar Alexandre Chaves, conhecido como Pacheco. Comerciante de quentinha e torcedor do Ceará, o homem de 42 anos fez uma brincadeira entre amigos na época ao fazer um cartaz anunciando seu negócio, com valor e número para pedidos, e colocou embaixo dessas informações “fiado só quando o Fortaleza for para a primeira divisão”.
Pois bem, o Fortaleza está na primeira divisão após vencer o Atlético-GO no último sábado, 3, e contar com resultados favoráveis na rodada. E os torcedores tricolores não perdoaram. Muitos decidiram ligar e mandar mensagens ao Pacheco pedindo quentinhas de graça. Segundo o próprio, são 300 ligações recebidas por dia desde o acesso e mais de 5 mil mensagens.
“Tenho uma venda de quentinha e sempre vi os caras fazendo uns ditados populares, sempre brincando, como ‘fiado só quando esse olho piscar’. Aí eu, como torcedor do Ceará que gostava de fazer brincadeiras com o povo do Fortaleza, fiz essa de ‘fiado só quando o Fortaleza estiver na primeira divisão'”, conta sobre o surgimento da foto ao Esportes O POVO.
Até aí pode parecer uma brincadeira inofensiva. O problema mesmo aparece quando parte desses torcedores ofendem o comerciante, que se defende reiterando o ato humorístico de sua parte quando fez o cartaz. E essas ligações e mensagens até atrapalharam o negócio de Pacheco.
“Eu tive que desligar o chip, que tenho há cinco anos para vender as quentinhas, tive que salvar minha agenda em outro número e dizer para todos os contatos que não tava usando mais o número [do cartaz]”, revela Alexandre, que conta mais casos de ligações. “Recebo gente me ligando de Recife, São Paulo, Salvador. Às vezes me ligam 23h e sempre no fim me ofendem”, declara.
Pedido para parar com as ligações e mensagens
Alexandre, cansado com as muitas brincadeiras, escreveu em uma rede social um pedido de desculpas para os torcedores do Fortaleza. Disse estar arrependido e que já tentou de tudo para que parem com as ligações e mensagens. Conversando com o Esportes O POVO, ele ainda reforçou a solicitação. “Isso atrapalha o rendimento do meu trabalho, cara”, reitera.

GERSON BARBOSA

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.