Criança que sofria bullying por ter condição rara adota gato com a mesma aparência

ESTADOS UNIDOS

O pequeno Madden Humphreys, de 7 anos, nasceu com uma condição rara chamada heterocromia, doença que faz com que as pessoas tenham cores diferentes em cada olho, além de viver com uma má formação no céu da boca que acarreta em uma falha no lábio superior. A criança vinha enfrentando dificuldades na escola por ter uma aparência diferente e, na última semana, encontrou um parceiro que vive com as mesmas condições que ele: um gato.
Em entrevista ao portal americado Today, a mãe de Madden, Christina Humphreys, conta que estava navegando no Facebook quando se deparou com a foto de um gato com heterocromia. A surpresa foi maior ainda quando ela percebeu que o gatinho tinha lábio leporino. “Os olhos já seriam um grande fator, mas quando vimos o lábio nós tivemos uma conversa sobre o quão maravilhoso era que os dois nasceram completamente únicos”, desabafou.
O gato estava em um abrigo de animais no estado de Minnesotta, e com a ajuda de familiares e amigos, Christina e Madden viajaram 22 horas para adotar o felino, que foi nomeado de Moon. Madden logo se identificou com o gatinho e, segundo a mãe relata, “eles são inseparáveis”. “Eles estavam destinados a ser amigos. É engraçado como um animal pode te fazer sentir menos sozinho”, conta Christina em publicação no Facebook, que já soma mais de 5.600 reações e quase 1.700 compartilhamentos.
A mãe de Madden criou uma conta no Instagram para documentar o cotidiano dos dois e as publicações estão “matando” a internet de fofura. O perfil já tem 17 mil seguidores.
Confira algumas publicações: 
Redação O POVO Online

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.